Vandroya – One

Por Adriana Camargo

VandroyawEu ainda não conhecia a banda brasileira Vandroya, original do município de Bariri, em São Paulo. Confesso que ao escutar o álbum “One” fiquei realmente surpresa com a sonoridade da banda. O line up do grupo conta com a excelente vocalista Daísa Munhoz (ex-Soulspell), Rodolfo Pagotto (guitarra), Marco Lambert (guitarra), Giovanni Perlati (baixo) e Otávio Nuñez (bateria). O primeiro trabalho oficial do Vandroya “One” será lançado no dia 04 de fevereiro deste ano no Brasil pela Voice Music.

O cd “One” abre com a música instrumental “All Becomes One”, que tem uma sonoridade bem suave com direito até a piano. Depois vem a faixa “The Last Free Land” com uma levada de metal melódico meio épico, com os vocais fortes e agudos de Daísa. “No oblivion for eternity” tem um som meio egípcio e uma segunda introdução com riffs de guitarras marcantes e vai ganhando peso e velocidade durante a sua execução.

“Within Shadows” inicia com guitarra leve, bateria bem marcada e uma sonoridade tranquila e depois vai ganhando rapidez com riffs de guitarras e bateria bem marcada, além da voz bem colocada de Daísa. Depois muda para um interlúdio quase jazz bem inspirado retornando posteriormente para o metal melódico. A música inteira se alterna.

Em “Anthem (For the Sun)” há momentos quase thrash, mas a música também tem partes de metal melódico. Já “Why Should We Say Goodbye” é uma balada que mostra os dons vocais de Daísa. Uma chuva de trovãos define o ritmo para “Change the Tide” com direito a participação de Leandro Cacoilo (Denison Fernandes, Seventh Seal, ex-Eterna) nessa faixa.

“When Heaven Decides To Call” é um power metal, enquanto a faixa “This World of Yours”tem um som bem “porrada” com riffs e baterias bem marcantes e com a voz potente de Munhoz.
O CD encerra com “Solar Night” que tem um quê melódico/progressivo, que chega a lembrar o som dos norteamericanos do Dream Theater. Tem uma bela linha de piano antes do início dos vocais de Daisa. Essa faixa como em algumas outras partes do CD alterna trechos melódicos com peso, mas de uma forma bem agradável.
O álbum “One” promete ser um trabalho de destaque na cena heavy metal nacional este ano. Vale a pena conferir!

Tracklist:

01. All Becomes One
02. The Last Free Land
03. No Oblivion For Eternity
04. Within Shadows
05. Anthem (For The Sun)
06. Why Should We Say Goodbye?

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário