Trio britânico TTNG esbanja carisma em São Paulo

Por Flavia Carvalho

Três caras talentosos, um público animado e um som de qualidade – a combinação perfeita para iniciar os trabalhos com o primeiro show gringo de 2020

Foto: Fernando Yokota

Os britânicos do TTNG desembarcaram pela primeira vez no Brasil para um show no Fabrique Club, em São Paulo. Inicialmente, a apresentação única estava prevista para a última quinta-feira, dia 16 de janeiro, mas precisou ser adiada para sábado, dia 18. O que rolou é que os caras tiveram alguns problemas durante a imigração no Peru, país onde estavam se apresentando. Por conta desse problema, a turnê, que contava também com shows no Chile e na Argentina, precisou ser toda remanejada.

O trio é formado por Henry Tremain nos vocais e baixo, Tim Collis na guitarra e Chris Collis na bateria. Tremain foi o responsável por toda a comunicação ‘banda e público’. O vocalista, esbanjando carisma, não para de conversar com os fãs e dizia o tempo todo o quão feliz estava em finalmente vir para o Brasil. A banda inglesa, apesar de não ser das mais conhecidas por aqui, tem uma boa base de fãs, e mais que isso: fãs realmente animados.

Para o show aqui em São Paulo, a banda preparou um setlist repleto de músicas de seus três álbuns de estúdio: Animals (2008), 13.0.0.0.0 (2013) e o mais recente Disappointment Island (2016). “Chinchilla” foi a responsável por abrir o show, em seguida, “Cat Fantastic”. É até difícil dizer quais foram os destaques no setlist, uma vez que absolutamente todas as músicas foram cantadas pelos fãs que estavam muito – mas muito mesmo – eufóricos. “Baboon”, “Gibbbon”, “Whatever, Whenever” e “If I Still, Maybe I’ll Get Out of Here” fizeram a galera vibrar ainda mais.

Foto: Fernando Yokota

Mas se eu puder escolher um ponto alto para a noite, prefiro dizer que foi quando Henry Tremain comentou que estava transpirando demais e que isso causaria um desconforto caso alguém fosse o abraçar depois da apresentação. Prontamente, um fã sacou um desodorante e o emprestou. O vocalista usou o desodorante e devolveu para o fã. Um momento simples, mas que mostrou o carisma e bom humor do vocalista, que veio não apenas para mostrar o seu som de qualidade, mas para se divertir.

“26 Is Dancer Than 4” foi a responsável por finalizar o show que, embora curto – durou em torno de 1 hora – foi caloroso e repleto de bons momentos.

SETLIST TTNG EM SÃO PAULO

1 – Chinchilla
2 – Cat Fantastic
3 – Baboon
4 – Adventure, Stamina & Anger
5 – Left Aligned
6 – Pig
7 – Gibbon
8 – Havoc in the Forum
9 – Whatever, Whenever
10 – If I Sit Still, Maybe I’ll Get Out of Here
11 – 26 Is Dancier Than 4

Confira a galeria de fotos do show:

Crédito Foto Página Inicial: Fernando Yokota

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.