T-Rex Park reforça lado educativo com paleontólogo, oficinas e visitas guiadas

A partir deste mês, escolas que fecharem um dia de passeio no parque terão acesso a diversas atividades lúdicas e especiais por meio do Dino Lab

Foto: Divulgação/ WGO Comunicação

A partir deste mês, o T-Rex Park, em Campinas-SP, passará a oferecer mais um atrativo para escolas. Além das atrações já tradicionais, estudantes de colégios que fecharem um dia de passeio agora terão acesso ao Dino Lab, uma série de atividades especiais de cunho educativo em horário especial, antes da abertura oficial do parque.

O Dino Lab oferecerá uma experiência única de aprendizado sobre a Era Jurássica, aliando conhecimento ao entretenimento e buscando uma aprendizagem significativa. Tudo isso guiado pelo mestre e doutor em paleontologia pela USP, Bruno Augusta.

“Eu sempre quis muito ser paleontólogo, mas, no meu caso, quando era criança, não havia exposições como hoje. Minha experiência veio com a franquia de filmes Jurassic Park e com um chocolate que trazia figuras e fotos para colar em um álbum. Aí passei a procurar saber mais sobre a profissão e descobri que no Brasil não há curso universitário de paleontologia. Estudei biologia e depois fiz mestrado e doutorado. Esta mesma paixão, eu quero despertar nos alunos que vão participar do Dino Lab.”, conta Bruno.

A experiência funcionará da seguinte forma: turmas serão recebidas por guias especializados, que organizarão dois grupos. O primeiro será direcionado ao palco do teatro, onde participa de uma apresentação do paleontólogo com réplicas científicas de fósseis. O segundo faz uma visita com guias pelo T-Rex Park, onde vão conhecer diversas curiosidades sobre os dinossauros que possuem réplicas no parque.

Após o fim destas atividades, as turmas trocam de posição. Tudo isso antes de o parque abrir. Após a parte inicial, as turmas participam de uma oficina onde vão se transformar em paleontólogos. Eles irão construir um esqueleto do “anquilossauro teimoso”, utilizando materiais reaproveitados e participarão de uma simulação de escavação.

Além disso, os alunos presentes podem curtir todas as atrações do T-Rex Park – de acordo com o tempo disponível – e os professores recebem um material exclusivo que permite complementar e continuar o trabalho em sala de aula.

“Acho que um dos pontos mais importantes dessas novas atividades do T-Rex Park é mostrar às crianças como o mundo da época era fantástico e como foram as transformações do passado ao presente e até projetar o que esperar do nosso futuro, com as mudanças climáticas etc. Também temos o objetivo de introduzir as crianças ao mundo científico. Muitas pessoas que hoje são médicas, engenheiras, começaram gostando de ciência por meio dos dinossauros. Nosso intuito é fazer com que esse mundo continue como uma porta de entrada e fazer com que as crianças entendam a importância da ciência e peguem gosto por ela”, explica Bruno.


Horário de funcionamento do T-Rex Park em abril
Endereço: Parque D. Pedro Shopping, Entrada das Pedras

  • Segundas e terças-feiras: fechado;
  • Quartas-feiras: das 10h às 18h;
  • Quintas e sextas-feiras: das 13h às 20h (exceto no dia 19, quando abre das 10h30 às 20h);
  • Sábados: das 10h30 às 20h;
  • Domingos: das 11h às 19h

Sobre o T-Rex Park

Desde junho de 2017, situado em uma “floresta” no coração do Parque D. Pedro Shopping, em Campinas (SP), o espaço temático conta com quase vinte atrações para toda a família por meio da fascinante Era Jurássica, em uma área de aproximadamente 7 mil metros quadrados. No local, um fiel cenário, presença de diversos dinossauros animatronics, uma área de alimentação especial, personagens exclusivos e ainda uma das maiores réplicas de Tiranossauro Rex da América Latina. Criado e administrado pela D32 Entertainments, o T–Rex Park enquadra-se 100% na norma ABNT 15926, que qualifica todos os requisitos de segurança necessários para a abertura permanente. O tema foi selecionado de acordo com a preferência popular: por ser atemporal e atrativo a todas as idades. O Parque Shopping D. Pedro Shopping foi escolhido devido à grande abrangência de municípios que compõem a região e por possuir o maior fluxo de circulação de pessoas do Brasil. Conheça mais no site do T-Rex Park.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.