Simple Plan brinca de nostalgia com turnê comemorativa em São Paulo

Por Flavia Carvalho
Foto: Manuela Scarpa/Brazil News

Se alguém tinha dúvidas de que o estilo pop-punk/emocore continua vivo, o Simple Plan veio pra mostrar que, mesmo depois de 16 anos, ainda consegue lotar shows e fazer todo mundo pular e cantar junto, como se fosse a primeira vez. No dia 27 de maio, aconteceu, na Audio Club, em São Paulo, o show da banda canadense Simple Plan, que trouxe, em dia sua 8º vinda ao Brasil, a turnê comemorativa de seu álbum de estreia, No Pads, No Helmets…Just Balls, que completou 15 anos em 2017.

Muito se especulava sobre o acontecimento do show, que, apesar de ter dado sold out, tinha um agravante: aconteceria justamente na semana das greves e paralizações. Algumas pessoas, inclusive, chegaram a devolver os ingressos porque não poderiam chegar ao evento, mas, para a surpresa de muitos, o show aconteceu sim – e LOTOU. Pouco antes das 21h, horário de início do show, a casa já se encontrava lotada, em todos os espaços possíveis. Todos queriam chegar perto do palco e, por diversas vezes, é possível ver fãs “discutindo” com seguranças que limitavam os espaços, mas nada que atrapalhasse o show.

A banda subiu, pontualmente, ao palco e já começou com “I’d Do Anything”, primeira faixa do álbum que viria a ser tocado na íntegra durante o show. Logo de cara, foi perceptível a animação e interação do público x banda. Alguns nem estavam esperando que, mesmo depois de tantos anos, a paixão do brasileiro pela banda canadense ainda era tão fervorosa. Em meio a diversas brincadeirinhas, o simpático vocalista Pierre Bouvier comentou sobre a idade dos fãs e como as coisas eram antigamente, brincando ao dizer que, antes, os fãs pediam “por favor” às mães para poderem ir ao show do Simple Plan.

Foto: Manuela Scarpa/Brazil News

Em outro momento nostálgico, falou sobre o ano de estreia do disco, 2002, e quantas coisas existiam/ou não naquela época, citando inclusive Facebook, Youtube e Myspace – ah, e Youporn também, o que gerou piadinhas de cunho sexual em outros momentos do show – e tudo bem, porque o público, que era fã da banda 16 anos atrás, já está bem crescidinho, hoje. Ainda assim, muita gente levantou a mão quando foi perguntado quem estava assistindo ao show do Simple Plan pela primeira vez, o que mostra que nem só de fãs nostálgicos vivem os canadenses.

O fator “álbum famoso/nostálgico” ajudou a manter o show 100% energético. Não teve uma música sequer que o público ficou parado de músicas como “I’m Just a Kid” às mais “calminhas” como “Perfect”. Inclusive, como já era de se esperar, os fãs ouviram do guitarrista Sébastien Lefebvre que o público brasileiro é melhor plateia do mundo, pra eles – e depois pediu para que os fãs guardassem segredo. O show foi quase completo, não fosse pela ausência do baixista David Desrosiers, que se afastou da banda para tratar da depressão. Apesar disso, plaquinhas de “David is here” foram levantadas por muitos fãs – no entanto, a banda não comentou nada sobre o assunto, preferindo priorizar as brincadeirinhas.

Mas, voltando ao setlist, durante a música “Grow Up”, Bouvier trocou de lugar com o baterista Chuck Comeau, que assumiu o microfone pra cantar e pra brincar com os fãs, com direito a stage diving. Em um momento fofinho do show, Bouvier convidou ao palco um fã que queria “dar um recado importante”, e eis que o recado era um pedido de casamento à namorada. Depois do “sim”, o guitarrista Jeff Stinco brincou que estava emocionado.

Foto: Manuela Scarpa/Brazil News

No Bis, o vocalista surpreendeu os fãs, aparecendo na parte de trás da pista para cantar “Crazy” mais perto da galera do fundão. Depois disso, “Welcome To My Life” para encerrar o show da melhor – e mais clássica – forma possível.

Após o final do show, a banda ainda recebeu muitos fãs que compraram um pacote especial chamado “Pizza Party” que dava direito a pizza e foto com os ídolos.

Confira o Setlist do Simple Plan em São Paulo

“I’d Do Anything”
“The Worst Day Ever”
“You Don’t Mean Anything”
“I’m Just a Kid”
“When I’m with You”
“Meet You There”
“Addicted”
“My Alien”
“God Must Hate Me”
“I Won’t Be There”
“One Day”
“Grow Up”
“Perfect”

Bis
“Shut Up”
“Jump”
“Boom!”
“Jet Lag”
“Summer Paradise”
“Crazy”
“Welcome to My Life”


VEJA GALERIA DE FOTOS DO SHOW:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.