Roger Waters faz megashow da turnê ”The Wall” no Estádio do Morumbi

Por: Adriana Camargo

Foto: Marcelo Rossi/T4F
Foto: Marcelo Rossi/T4F

No domingo, dia 1º de abril, o Estádio do Morumbi, ficou lotado de fãs (em torno de 70 mil pessoas) para conferir a primeira apresentação de Roger Waters na cidade de São Paulo da turnê comemorativa dos 30 anos do disco ”The wall”.

O show começou às 19h45, com um atraso de apenas 15 minutos , e já na 1ª música “In the flesh” tiveram diversos efeitos pirotécnicos, além de bandeiras e luzes coloridas que puderam ser vistos no palco acompanhando o som que estava muito bem equalizado. Logo no início da apresentação, Roger Waters fala que “Gostaria de dedicar este concerto a Jean Charles, sua família e sua luta por verdade e justiça”, em alusão ao brasileiro Jean Charles de Menezes, morto por policiais britânicos em Londres, em 2005, ao ser confundido com um terrorista.

VEJA GALERIA DE FOTOS DO SHOW

O setlist teve 28 músicas e estava recheado com os maiores clássicos do Pink Floyd, como ”Mother”, ”Goodbye Blue Sky”, ”Another Brick in the Wall (Part 1)”, ”Another Brick in the Wall (Part 2)” – que contou com o coral de crianças do Instituto Bacarelli, de Heliópolis, no palco para cantar com Waters o famoso refrão da música – , ”Another Brick in the Wall (Part 3)”, ”Hey You”, ”Is There Anybody Out There?”, ”Comfortably Numb”, entre outras.

No show, o álbum The Wall é tocado na íntegra e na mesma ordem da gravação. E entre uma música e outra quase nem dá tempo de respirar. Isso é muito mais que uma apresentação, é uma experiência visual e teatral, que nos tiram o fôlego durante as suas duas horas e meia. São tanto bonecos, projeções, além das interações do palco com a público que fica difícil se distrair. Assistir ao espetáculo The Wall é entrar no mundo criado por Roger Waters, que acaba sendo uma ”viagem” fantástica!

O famoso “porco inflável” de In the Flesh surge quase no final, só que desta vez ele é preto e não mais rosado como da outra vez que Waters tocou no Brasil, e é uma das grandes atrações. Ele vem com inscrições como “O Brasil é laico”, “- copa + educação” e “+amor”. Conforme o porco sobrevoa por cima do público, é levado como um rockstar pelas mãos dos fãs.

Durante o show um muro vai sendo construído e toma conta de todo o palco, mas no final Waters derruba os tijolos e a parede cai. Inclusive na mesma hora tem efeitos virtuais que mostram essa queda do muro com uma animação no telão, é de tirar o fôlego! Simbolicamente é o muro do autoritarismo sendo derrubado pelos mais fracos.

Foto: Marcelo Rossi/T4F
Foto: Marcelo Rossi/T4F

Depois da queda do muro, os músicos reaparecem e tocam músicas do segundo disco do The Wall. O repertório do show segue até o fim do disco ‘The Wall’. Sem direito ao bis! O aspecto visual, cenográfico e musical foram perfeitos! Afinal, ”The Wall” é uma ópera rock a céu aberto! Realmente um megashow surpreendente! Parafraseando o próprio Waters, The Wall é uma obra de arte!
Roger Waters termina sua turnê pelo Brasil na terça-feira (3/4), com mais um show no Estádio do Morumbi (SP), após ter passado por Porto Alegre (25 de março) e Rio de Janeiro (29 de março). Segundo a assessoria de imprensa do evento, ainda há ingressos para todos os setores desta última apresentação.

Curiosidades:

Em cada local de apresentação da turnê The Wall é construída uma parede de 137 metros de largura e 11 metros de altura e 5,5 de profundidade. Os 424 tijolos utilizados são reciclados após o uso. São utilizadas 57 toneladas de equipamentos de chão, 55 toneladas de cenário, 32 quilômetros de cabos, 172 alto-falantes, 23 projetores, 21 caminhões e 12 mesas de som.

Setlist do show:

Primeira parte
1. In the Flesh?
2. The Thin Ice
3. Another Brick in the Wall
4. The Happiest Days of Our Lives
5. Another Brick in the Wall (Part 2)
6. Mother
7. Goodbye Blue Sky
8. Empty Spaces
9. What Shall We Do Now?
10. Young Lust
11. One of My Turns
12. Don”t Leave Me Now
13. Another Brick in the Wall (Part 3)
14. The Last Few Bricks
15. Goodbye Cruel World

Segunda parte
1. Hey You
2. Is There Anybody Out There?
3. Nobody Home
4. Vera
5. Bring the Boys Back Home
6. Comfortably Numb
7. The Show Must Go On
8. In the Flesh
9. Run Like Hell
10. Waiting for the Worms
11. Stop
12. The Trial
13. Outside the Wall

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.