Rock in Rio 2019: Palco Sunset promove ode à música paraense moderna com encontro “Pará Pop”

Capitaneado por Dona Onete, Pará Pop reunirá nomes como Fafá de Belém, Gaby Amarantos, Jaloo e Lucas Estrela, no dia 03/10

Foto: Divulgação/ Facebook oficial RIR

O Palco Sunset promoverá encontros inesquecíveis durante o Rock in Rio 2019 e no dia 03 de outubro, uma quinta-feira, o Carimbó receberá o tecnobrega, guitarradas, lambadas e até cúmbia. Considerada a rainha do carimbó chamegado, Dona Onete, que terá recém-completado 80 anos de idade, é a responsável por guiar o público em uma viagem pelos ritmos que pulsam nos rios paraenses no espetáculo “Pará Pop”. No palco, além dela e de sua banda liderada por Pio Lobato, estarão artistas como as divas Fafá de Belém e Gaby Amarantos, Jaloo e seu pop-eletrônico-amazônico e Lucas Estrela, considerado expoente da renovação da guitarrada.

Diretor Artístico do Palco Sunset do Rock in Rio, Zé Ricardo reforça a importância de celebrar a diversidade musical do Pará no festival. “Vamos oferecer ao público, certamente, mais um show emblemático, onde promoveremos um encontro nada casual, mas de gerações também. Idealizei o espetáculo Pará Pop com a intenção reforçar a diversidade da música paraense, que se reinventa o tempo inteiro. Estas diferentes gerações terão a oportunidade de mostrar tudo que o Pará tem de melhor e de novo”.

Sobre Dona Onete

Dona Onete é a simpática cantora e compositora paraense de 79 anos, nascida em Cachoeira do Arararí. Foi professora de História durante 25 anos, secretária de Cultura e fundadora de grupos de dança e música regional como o “Canarana”, na cidade de Igarapé-Miri, reduto tradicional de boa música. Com mais de trezentas composições de boleros e de “carimbó chamegado”, a artista já trabalha músicas do seu terceiro álbum autoral, denominado Rebujo, com lançamento previsto para maio de 2019.

Os trabalhos anteriores, Feitiço Caboclo (2012) e Banzeiro (2016), tiveram carreira internacional com destacada passagem pela Europa. Em 2017, integrou a lista do World Music Charts Europe Top 20 com a faixa “Banzeiro”, chegando ao primeiro lugar em agosto. Onete, nos palcos, é acompanhada pela banda capitaneada pelo guitarrista e pesquisador musical Pio Lobato, Vovô na bateria, JP Cavalcante na percussão amazônica, Breno Oliveira no contrabaixo e Marcus Sarrazin no teclado e sax.

Sobre Fafá de Belém

Fafá de Belém, nascida Maria de Fátima Palha de Figueiredo, em Belém, é uma cantora, compositora e atriz brasileira. Fafá ganhou reconhecimento nacional quando, em 1975, a música “Filho da Bahia” foi introduzida na trilha sonora da telenovela Gabriela.

A cantora completa, em 2019, 44 anos de carreira, com mais de 15 milhões de álbuns vendidos entre o Brasil e Portugal. Já gravou mais de 30 álbuns, entre CDs, DVDs e EPs, além de participações em coletâneas de sucesso e outros artistas. Também possui cerca de 50 canções inseridas como temas de novelas e especiais de TV e soma uma série de shows e turnês nacionais e internacionais, com espetáculos em países como Itália, Espanha, Alemanha e, principalmente, Portugal.

Fafá de Belém é a única artista do mundo a cantar para três Papas, a convite do Vaticano. Há 8 anos está à frente da Varanda do Sírio de Nazaré, a maior manifestação de fé do mundo, convidando celebridades, teólogos, filósofos e personalidades públicas. Entre os feitos que sua carreira proporcionou, está a participação ativa no processo de redemocratização do Brasil, o que deu a ela o codinome de “Musa das Diretas” por sua participação nos movimentos populares contra a ditadura militar.

Atualmente, Fafá de Belém está em turnê de lançamento do DVD Do Tamanho Certo para o Meu Sorriso. Paralelamente, viaja o Brasil com o show “Guitarradas do Pará”, no qual reúne canções de toda sua carreira, acompanhada pelos “reis da guitarrada”, os músicos Manuel e Felipe Cordeiro.

Sobre Gaby Amarantos

Nascida no bairro de Jurunas, na periferia de Belém, Gaby Amarantos é uma das responsáveis pelo surgimento e difusão do tecnobrega, ritmo que virou febre na Região Norte do Brasil. Além de cantora e compositora, a paraense é atualmente integrante do programa de TV Saia Justa, no GNT, e foi protagonista do filme “Serial Kelly”, que estreia em 2019.

Gaby já foi indicada a diversos grandes prêmios da música, como o Grammy Latino, MTV Video Music Brasil, onde venceu as categorias de ‘Artista Feminina’ e ‘Artista do Ano’, Prêmio Multishow onde venceu na categoria de ‘Novo Hit’, troféu de ‘Cantora’ da Associação Paulista de Críticos de Arte, quando foi escolhida a ‘Melhor Cantora’, Melhores do Ano, entre outros.

Sobre Jaloo

O cantor, DJ e produtor musical, Jaloo nasceu em Castanhal, no Pará, e desde 2010 se destaca no cenário musical eletrônico e indie. Em 2015, lançou seu primeiro álbum completo intitulado #1, com músicas como “Ah! Dor!”, “A Cidade” e “Last Dance”, que trazem elementos de indietronica, tecnobrega e indie pop. Atualmente, trabalha os singles ”Say Goodbye”, em parceria com Bad Sista, ”Céu Azul”, com MC Tha e “Cira, Regina e Nana” com Lucas Santtana, do álbum “ft” que tem lançamento previsto para 2019.

Sobre Lucas Estrela

O guitarrista Lucas Estrela tem a importante missão de manter o legado de constante evolução e quebra de paradigmas da música paraense. O artista tem como matéria prima a guitarrada e o tecno, que são influências do ídolo, e parceiro de trabalho, o músico Pio Lobato. Lucas tem dois álbuns lançados: Sal ou Moscou (2016) e Farol (2017).

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.