Rhapsody faz show impressionante e vigoroso em São Paulo

Por: Juliane Assis
Foto: Pepe Brandão/UDR

A banda de power metal italiana Rhapsody volta ao Brasil para a turnê de despedida “20th Anniversary Farewell Tour”. O grupo se apresentou neste domingo (7) na casa de shows Tom Brasil em São Paulo, depois desse show a banda segue para Porto Alegre – RS (10/05) e Belo Horizonte – MG (13/05), encerrando a parte brasileira da turnê.

O grupo, criado em 1993, veio ao país com a formação original, composto por Fabio Lione (vocal), Alex Holzwarth (bateria), Luca Turilli (guitarra), Patrice Guers (baixo) e Dominique Leurquin (guitarra). Os músicos que se juntaram para uma última turnê em comemoração aos 20 anos da banda e levaram os fãs a loucura.

A apresentação contou com altos e baixos, e músicas de diversas épocas da banda foram tocadas, uma real celebração ao tempo de vida do grupo. Os fãs aguardavam a entrada dos músicos ansiosamente, gritos, coros, palmas, tudo era recurso para chamar a banda. E essa empolgação foi mantida durante todo o show tanto pelos artistas quanto pelo público, um puxava o outro, a empolgação era tanta de estar ali que o público curtiu como se não houvesse fim.

O show começou ao fim da tarde, com a banda de abertura brasileira de heavy metal sinfônico Armored Dawn, formada em 2011 por Eduardo Parras (vocal), Fernando Giovanneti (baixo), Tiago de Moura e o finlandês Timo Kaarskoski (guitarras), Rafael Agostino (teclados) e Rodrigo de Oliveira (bateria), eles tocaram músicas do álbum “Power of Warrior” lançado em 2016 por um selo independente e conquistaram a todos com uma enorme qualidade musical.

Foto: Pepe Brandão/UDR

A banda principal, Rhapsody entrou no palco sem muita demora, mas bem antes de sua entrada o público já gritava chamando-os calorosamente, quando as cortinas se abriram e revelaram um painel gigante com o nome da banda e um dragão, os integrantes subiram ao palco correndo e assim “Epicus Furor” foi colocada para tocar introduzindo o show. Os fãs já não aguentavam esperar, porém, logo após “Emerald Sword” abriu o show seguida de “Wisdom of The Kings”, o vocalista Lione interagia muito com o público que ia a loucura a cada grito.

O show seguiu com as músicas “Eternal Glory” e “Beyond the Gates of Infinity” do álbum “Symphony of Enchanted Lands”, o segundo da banda. A apresentação já tirava emoções do público, todos pareciam muito apaixonados pela banda e pelo estilo, só se viam cabelos compridos e barbas mal aparadas que se movimentavam ao ritmo da música, as pessoas colocavam as mãos para o alto e se mostravam tão intensas quanto o próprio power metal, os fãs interpretavam e encarnavam tão arduamente as músicas quanto a banda.

O show também contou com solos impressionantes, o primeiro de bateria, tocado logo após a música “Symphony of Enchanted Lands”, levou todos ao delírio, tanto na parte técnica como quão bem o Alex Holzwarth poderia tocar quanto no ritmo e andamento dessa parte do show deixada nas mãos de apenas um integrante, mas o baterista se saiu muito bem, interagindo com todos e tocando no ritmo das palmas do público. O outro solo, o de baixo realizado por Patrice Guers acompanhado do baterista foi simplesmente encantador.

A banda saiu do palco após a décima quarta música e voltaram para um bis mais incrível ainda, onde até uma ópera em italiano foi cantada. O show se encerrou com “In Tenebris” e deixou um gostinho de quero mais em todos ali presentes. Durante a apresentação, um vídeo clip foi gravado e em breve será lançado.

Set List:
1. Epicus Furor
2. Emerald Sword
3. Wisdom of the Kings
4. Eternal Glory
5. Beyond the Gates of Infinity
6. Knightrider of Doom
7. Wings of Destiny
8. The Dark Tower of Abyss
9. Riding the Winds of Eternity
10. Symphony of Enchanted Lands
11. Drum Solo (por Alex Holzwarth)
12. The Wizard’s Last Rhymes
13. BASS SOLO (By Patrice Guers)
14. Dawn of Victory
Bis:
15. Rain of a Thousand Flames
16. Lamento Eroico
17. Holy Thunderforce
18. In Tenebris


VEJA GALERIA DE FOTOS DO SHOW:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário