Pierce The Veil deixa Carioca Club em festa

Por: Andréia Takaishi
Foto: Andréia Takaishi/Universodorock
Foto: Andréia Takaishi/Universodorock

No ultimo domingo, dia 11 de julho, aconteceu no Carioca Club o show dos Americanos de San Diego, Pierce the Veil.

A abertura ficou por conta da banda de Guarulhos, Savant Inc., formada por Shark e Nicolas Fernandes nos vocais, Guilherme Marchete e Lucas Akihiro nas guitarras, Wellington Pagano no baixo e Rodolfo Patrocínio na bateria, o grupo executa um Metalcore bem interessante e que levantou a galera que começava a entrar na casa. Certamente trata-se de uma banda de futuro.

Em sua terceira passagem pelo Brasil, o Pierce The Veil veio apresentar as novas canções do já aclamado álbum lançado no ultimo mês de maio, “Misadventures”, esse álbum aliás, demorou cerca de 4 anos para ficar pronto, o que foi motivo de certa angústia por parte dos fãs que aguardavam um trabalho novo desde o lançamento de “Collide With the Sky” em 2013, álbum que catapultou a banda para o estrelato.

Diferentemente do que eles vêm fazendo nessa nova turnê, onde estão apresentando o novo álbum na integra (atitude corajosa para uma banda tão nova), a banda preferiu jogar um jogo mais seguro e mesclou músicas novas com antigas (principalmente músicas do já citado “Collide…”). O show começou com a faixa de abertura do novo trabalho “Dive In” com influências de Muse, mas que logo já entra no estilo habitual da banda com quebradas de andamento e vocais inspirados do vocalista Vic Fuentes, é uma faixa muito interessante para o começo do show e tem tudo para permanecer nos futuros setlists da banda.

Em seguida, ainda mantendo a ordem do álbum novo veio a veloz “Texas is Forever”, provavelmente uma das mais rápidas da banda, com andamento hard-core mais tradicional a faixa é uma das melhores do disco novo e é a deixa para o baterista Mike Fuentes mostrar a sua versatilidade. Para alegria dos fãs, em seguida veio a primeira do álbum de 2012. A faixa “A Match Into Water” mostra bem o estilo do Pierce The Veil, misturando melodia e agressividade na medida certa com vocais característicos de Vic.

O público formado principalmente por adolescentes, alguns acompanhados de seus pais, cantavam junto com a banda transformando o Carioca Club em uma grande festa. Se não bastasse a performance dos músicos que contagiavam a todos, o show foi composto por jatos de fumaça, trocas de guitarras ao término de cada música e fitas decorativas caindo do teto fazendo com que os fãs fossem a loucura. As luzes do carioca por diversas vezes eram acesas para que a banda interagisse com a plateia.

Foto: Andréia Takaishi/Universodorock
Foto: Andréia Takaishi/Universodorock

De volta ao trabalho novo, veio a acessível “Floral & Fading”, faixa bem melódica e mais uma perfeita para os fãs cantarem junto, mostra a banda dando um passo a frente dentro do seu estilo. Antes da execução da próxima música, o vocalista perguntou se tinha alguém na plateia que gostaria de ajudar, como grande parte dos presentes na casa se ofereceram, coube ao vocalista escolher uma felizarda para acompanhar a banda em uma faixa do segundo álbum de estúdio “Selfish Machines” de 2010, “Bulletproof Love”. De qualquer forma, o resto da plateia cantou a música inteira, mais para o final do show ainda rolou mais uma faixa desse mesmo álbum, “Caraphernelia”, ambas faixas já tradicionais nos shows da banda foram as únicas presentes nos 3 shows que a banda fez em São Paulo, eles também tocaram por aqui em 2011 abrindo para o Sum 41 e em 2013.

A faixa “Hold On Till May” fecha o álbum de 2012 mais aqui serve para dividir a primeira parte do show. Mais uma com grande participação do público que em muitas partes leva a musica praticamente sozinha. Em seguida, o vocalista pergunta quem já tem o álbum novo deles, a pergunta já estava respondida antes de ser feita uma vez que quase todo mundo cantou as musicas novas apresentadas até agora. O vocalista aproveita para apresentar a banda que além dele e do seu irmão Mike, é composta por Tony Perry na Guitarra e Jaime Preciado no Baixo. Os quatro vêm para frente do palco para apresentar, segundo eles, algo pela primeira vez, a faixa “Today I Saw the Whole World” foi tocada em versão acústica. Bem diferente da versão original, a faixa serviu para dar uma acalmada na plateia.

Depois da calma vem a tempestade, a banda emenda a primeira faixa do álbum “Collide With the Sky”, a introdução “May These Noises Startle You In Your Sleep Tonight” com a pancada “Hell Above” e já emenda com “The Divine Zero” do álbum novo, faixa que o vocalista apresenta como sendo sobre como qualquer um pode mudar o mundo. Aproveitando a sequência empolgante, uma das faixas preferidas dos fãs da banda “Bulls In The Bronx” é executada com apoio total da plateia, principalmente nos refrões. A banda termina a primeira parte do show com a já citada “Caraphernelia” agradecendo a todos pela presença.

Para o bis, a banda trouxe mais duas músicas, “Circles” é a primeira faixa a virar clipe do novo álbum, com um estilo radio friendly, tem tudo para aumentar ainda mais o sucesso da banda.  Para fechar o show com chave de outro, o maior sucesso da banda “King For a Day”, faixa que em sua versão original, conta com a participação do vocalista Kellin Quinn da banda Sleeping With Sirens. A plateia aproveita os últimos momentos do show para cantar mais uma vez junto com a banda.

Excelente show de uma das principais bandas atuais do post-hardcore, que vem crescendo a cada novo trabalho. É interessante verificar a presença de um público mais novo que tem na banda a porta de entrada para para o rock. Esperamos que essa galera continue indo atrás de novas bandas, fortalecendo ainda mais a cena.

Setlist:

01. Dive In
02. Texas Is Forever
03. A Match Into Water
04. Floral & Fading
05. Bulletproof Love
06. Hold On Till May
07. Today I Saw the Whole World (Acoustic)
08. Hell Above
09. The Divine Zero
10. Bulls in the Bronx
11. Caraphernelia

Bis:
12. Circles
13. King for a Day


VEJA GALERIA DE FOTOS DO SHOW:

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.