Paradise Lost traz turnê do novo álbum “Medusa” a São Paulo em setembro

Foto/Divulgação

Após encantar os principais festivais de verão da Europa, o Paradise Lost, um dos nomes mais respeitados do metal mundial, segue na estrada do Velho Continente, mas já pensando na preparação de mais uma importante turnê pela América Latina.

Nick Holmes (vocal), Greg Mackintosh (guitarra), Aaron Aedy (guitarra), Steve Edmondson (baixo) e Waltteri Väyrynen (bateria) trazem na bagagem o bombástico repertório que promove o aclamado novo álbum “Medusa” (2017 – Nuclear Blast).

Com este trabalho, o grupo voltou a marcar presença nos principais charts dos EUA, Europa e Reino Unido, ainda tem recebido muitos elogios e as apresentações estão cada vez mais impressionantes.

Formada em 1988, na cidade de Halifax, a banda inglesa é considerada uma das criadoras do gênero gothic metal. No início da carreira, a proposta musical era mais extrema, e junto aos conterrâneos do Anathema e My Dying Bride, também foi uma das responsáveis pelo surgimento do death/doom metal. No fim da década de 1990, resolveram abordar uma sonoridade mais comercial, adicionando elementos de rock eletrônico, o que teoricamente ajudou a crescer a sua popularidade e atingir novos públicos.

Com 15 elogiados álbuns na carreira, o Paradise Lost segue na estrada mostrando que está mais vivo do que nunca e, felizmente, longe de qualquer tipo de aposentadoria. Discos como “Shades of God” (1992), “Icon” (1993), “Draconian Times” (1995), “One Second” (1997) e “Host” (1999) são verdadeiros clássicos e itens indispensáveis no catálogo de qualquer colecionador.

SERVIÇO SÃO PAULO
Data: 1 de setembro de abril de 2018
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – próximo ao Metrô Faria Lima
Abertura da casa: 17h30 | Showtime: 19h
– Pista: R$ 120,00 (meia-entrada/promocional*)
– Camarote: R$ 180,00 (meia-entrada/promocional*)
*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário