Novo livro da série “Assassin’s creed” volta às origens da trama do jogo

Em novembro, chega às livrarias pela Galera “Assassin’s creed Origins: Juramento do deserto”. Relacionado ao novo jogo lançado pela Ubisoft no mês passado, a trama retoma a origem do surgimento da rixa entre Assassinos e Templários , que guia toda a mitologia do game.

O protagonista, Bayek, tornou-se protetor da cidade de Siuá, herdando a função do pai. Mas quando um mensageiro misterioso chega à cidade, ele precisa partir imediatamente numa jornada em busca de respostas.

Enquanto isso, a Ordem descobre movimentos que indicam que os Medjay, os protetores da antiga crença, ainda resistem e ameaçam as mudanças que se espalham pelo Egito. Um assassino é então convocado com o objetivo de destruir toda a linhagem Medjay – da qual Bayek faz parte. Nesta batalha entre o antigo e o novo, vemos nascer a primeira faísca da guerra entre os Assassinos e os Templários.

Fenômeno entre os gamers, os jogos da franquia Assassin’s creed já venderam mais de 90 milhões de cópias pelo mundo. O sucesso da história que envolve assassinos e um programa que permite o acesso às memórias de seus ancestrais não foi diferente na transposição para os livros: foram mais de 1,5 milhão de exemplares vendidos só no Brasil.

Oliver Bowen volta ao universo de Assassin’s creed com este livro. É escritor e historiador da Renascença e vive em Paris.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário