Nails – You Will Never Be One Of Us (2016)

 Por: Carolina Morais

nails2

Agressivo, com riffs marcantes, bateria d-beat, grindcore powerviolece feito com total influencia em hardcore, e letras voltadas para o anti-cristianismo, ódio e opressão, essa basicamente é a formula da banda Nails, trio formado na Califórnia que está na ativa desde 2007.

O Nails veio ganhando reconhecimento desde o lançamento do álbum “Unsilent Death”, de 2010, que chamou bastante atenção no meio Grindcore atual, por ser totalmente livre de pausas (sem tempo de recuperar o folego de uma faixa pra outra), vocais corrosivos e por possuir uma variedade sonora bastante diferenciada, com pitadas de crust punk e até mesmo de doom metal.

No dia 17 do mês de Junho a banda lançou o seu novo trabalho “You Will Never Be One Of Us”, que entrou em 126° lugar na lista da Billboard e deixou muitos fãs surpresos, afinal a banda não teve medo de arriscar e sair da sua linha de conforto.
A evolução da sonoridade se tornou notória, basicamente uma prova de que o Nails consegue se sair muito bem contemplando da experimentação musical, contando com a  presença de musicas longas, mixagem e de um vocal com distorção, o que deixou as letras um pouco mais perceptíveis, mas nada exagerado.

O álbum possui 21 minutos de duração, logo se tornou o terceiro mais longo de sua trajetória, o que pra muitas pessoas pode ser pouco, porém é perceptível que o Nails em 21 minutos fazem o que muitas bandas de metal históricas não conseguem fazer em 1 hora.

Destaques para as faixas:
•    You Will Never Be One of Us: Primeira faixa do álbum, onde começa com uma amostra surreal da proposta do álbum e conta com várias vozes repetindo o título da música, antes de dar espaço para um vocal extremamente sujo, com direito a uma riffagem bastante crua.

•    Friend to All: Faixa de 45 segundos, voltada totalmente para o grindcore puro e old school, influencia carregada de Napalm Death.

•    Savage Intolerance/Into Quietus: Faixas com influencia voltada para o death/thrash metal, com presença de solos marcantes e que lembram até um pouco da técnica do Kerry King (Guitarrista do Slayer).

•    They Come Crawling Back: Faixa mais longa do álbum (8 minutos) conta com um diferencial marcante, um contrabaixo ultra pesado e a presença de doom-laden sludge, que causam um impacto absurdo na atmosfera do álbum em um todo.

Um dos pontos que deixaram um pouco a desejar foi na mixagem do vocal, infelizmente em algumas faixas senti uma certa desconexão, pois infelizmente nada é perfeito.

Esse álbum em um todo deixou claro a forte química entre os membros da banda e sua sonoridade proposta, tudo foi pensado e cada vez mais a banda Nails tem se tornado um exemplo principal do Grindcore moderno. Eles são basicamente uma das demonstrações mais fortes de agressão e violência em forma de musica, e apesar de alguns deslizes, considero o “You Will Never Be One Of Us”  até agora o melhor álbum extremo de 2016.

Tracklist:
nailscapa1.    You Will Never Be One of Us
2.    Friend to All
3.    Made to Make You Fail
4.    Life Is a Death Sentence
5.    Violence Is Forever
6.    Savage Intolerance
7.    In Pain
8.    Parasite
9.    Into Quietus
10.    They Come Crawling Back

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.