Lamb of God faz show ensurdecedor e animado no Palco Sunset

Por: Danielle Barbosa
Foto: Isabela Catão/Universodorock
Foto: Isabela Catão/Universodorock

O grupo norte-americano de groove metal, Lamb of God, formado por Randy Blythe (vocais), Mak Morton e William Adle (guitarras), John Campbell (baixo) e Chris Adler (bateria), adentrou o palco Sunset pouco depois das 18h, entoando sucessos de sua carreira de mais de 20 anos, três anos após a vinda à São Paulo em 2012. O curioso sobre a banda é que nos primeiros quatro anos de estrada, eles ainda se intitulavam “Burn the Priest”. O nome, que significa “Queime o padre” em português, assim como “Cordeiro de Deus” (Lamb of God) faz referência à religião de maneira sarcástica.

Talvez por isso seja a religião um dos temas mais abordados nas letras da banda, que também faz menção à política, temas sociais e pessoais em suas composições. Na faixa “512”, por exemplo, Randy fala da experiência que teve na prisão por cerca de um mês, após confusão e morte de um fã da banda, em show em Praga. A canção faz parte do álbum “VII: Sturm and Drang”, lançado há dois meses e que foi inspirado nos 40 dias em que o vocalista passou preso. Também do mesmo disco, a banda executou a faixa “Still Echoes”. Apesar de terem tocado apenas 11 músicas, o grupo soube explorar bem a carreira e apresentou ao menos uma música de quase todos os seus álbuns de estúdio.

Foto: Isabela Catão/Universodorock
Foto: Isabela Catão/Universodorock

O público, que chegou cedo à Cidade do Rock e enfrentou o forte calor (sensação térmica de mais de 40 graus) curtiu toda a apresentação junto com a banda, sem se importar com cansaço. Pularam, gritaram e “bateram cabeça” com os sons pesados e ensurdecedores das guitarras do grupo, terminando por construir uma grande rodinha nas canções finais, a pedido do vocalista – que queria transformar esse momento em algo único e especial.

O cantor, realmente agradecido e impressionado com a euforia do público, agradeceu e fez reverência à agitação dos jovens, que transformaram o momento em algo – de fato – único para os membros do Lamb of God!

Setlist:
Walk With Me in Hell
Now You’re Got Something To Die For
Still Echoes
512
Ghost Walking
Ruin
Hourglass
Set To Fail
Vigil
Laid To Rest
Redneck
Black Label


VEJA GALERIA DE FOTOS:


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.