Deftones provoca euforia e enlouquece multidão no Palco Sunset

Por: Danielle Barbosa

Grupo consagrado de metal alternativo encerrou os shows do Palco Sunset com muita
competência e som pesado.

Foto: Isabela Catão/Universodorock
Foto: Isabela Catão/Universodorock

O Deftones tem mais de 25 anos de estrada, sete álbuns de estúdio, uma coleção de hits e cerca de 7 milhões de discos vendidos ao longo da carreira. Todo currículo da banda os credenciava para um show de peso e na categoria dos “imperdíveis” do Rock in Rio, que teria toda condição de ser realizado no Palco Mundo. Este foi, inclusive, o retorno da banda ao festival, pois estiveram presentes em 2001, na terceira edição.

O grupo, formado por Chino Moreno (vocais), Stephen Carpenter (guitarra), Sergio Vega (baixo), Abe Cunningham (bateria) e Frank Delgado (DJ), é bem avaliado pela crítica e tem um fã-clube bem apaixonado no Brasil. Além disso, a banda tem muita personalidade, presença de palco e um som original, diferente da mesmice dentro do gênero, o que lhes concedeu uma premiação no Grammy Awards e os coloca numa posição privilegiada no cenário da música. Chino também honra a posição frente ao microfone, sabedo impor a voz para os sons mais agressivos e aliviar nas canções mais melódicas. Com tantos elementos, não foi à toa que os arredores da Cidade do Rock já estavam bem movimentados por volta das 16h, duas horas antes da apresentação. Ninguém queria perder o lugar e os fãs logo se aglomeraram na frente do palco.

O show começou após a performance do CPM 22 no Palco Mundo – que foi bem animado -, às 20h. Chino e o Deftones subiram ao palco com “Diamond Eyes”, já colocando a galera pra pular e berrar. O setlist foi certeiro, apesar de curto. Mesclou hits que fizeram uma retrospectiva da trajetória da banda, agradando tanto os fãs mais ávidos pelo som do Deftones quanto o público em geral.

Foto: Isabela Catão/Universodorock
Foto: Isabela Catão/Universodorock

As mais aguardadas, “Be Quiet and Drive” e “Change (in the House of Flies)” e “Headup” deixaram a galera em loucura coletiva, em um dos shows mais animados destes seis dias de festival. O público, empolgado ao extremo, participou durante uma hora, fazendo coro com a energia e entrega do quinteto em cima do palco.

No fim, a sensação foi de êxtase na plateia e a banda saiu ovacionada do palco. Foi, seguramente, uma das melhores apresentações dos dias de metal e quem não assistiu certamente gostaria de ter estado presente na festa do Deftones.

SETLIST:
Diamond Eyes
Rocket Skates
Be Quiet and Drive (Far Away)
My Own Summer (Shove It)
Sextape
Knife Prty
Tempest
Swerve City
Passenger
Change (In the House of Flies)
Engine No. 9
Headup


VEJA GALERIA DE FOTOS:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.