Coletiva de Imprensa com Richie Sambora e Orianthi (Samsung Best of blues)

Por: Renata Pen
Foto: Andréia Takaishi/Universodorock
Foto: Andréia Takaishi/Universodorock

Na última sexta-feira (08/07), a casa de shows Tom Brasil recebeu para uma coletiva de imprensa o ex-guitarrista do Bon Jovi, Richie Sambora, e sua Parceira de jams, Orianthi. A iniciativa deu a oportunidade aos veículos de comunicação de entrevistar o renomado guitarrista e saber um pouco mais da trajetória da novata Orianthi.

Com algumas horas de atraso, Orianthi foi a primeira a entrar na sala, com um chapeuzinho escondendo parcialmente o rosto, uma camisa florida mostrando os ombros, short e botas. Logo em seguida, com uma camisa aberta, estilo debochado e cabelo anos 80, eis que entrou Richie Sambora. Sorridente, o músico se desculpou pelo atraso e se justificou dizendo que Orianthi precisou ir ao médico, além de seu voo ter atrasado.

A coletiva seguiu o modelo tradicional: os repórteres tiveram direito a uma pergunta e apenas alguns veículos foram atendidos durante os 30 minutos que foram concedidos pelos artistas. Apesar disso, a maior parte das perguntas feitas esclareceu muita das dúvidas que todos tinham.

Durante a sessão de perguntas, Orianthi disse que esta era sua primeira vinda ao Brasil. Richie, entretanto, interrompeu a guitarrista e fez uma brincadeira, afirmando que não era sua primeira vez no país e que – possivelmente – quando ele veio aqui com o Bon Jovi, ela nem tivesse nascido. Em relação a seu aniversário, no dia 11 de julho, o ex-guitarrista do Bon Jovi pediu por paz, afirmando que gostaria que não houvesse violência e essas coisas terríveis que estão acontecendo pelo mundo.

Foto: Andréia Takaishi/Universodorock
Foto: Andréia Takaishi/Universodorock

Com o recente gancho do Bon Jovi, o músico de 57 anos foi questionado sobre sua volta à banda e respondeu que “nunca se deve dizer nunca, ainda mais quando se há um casamento de 31 anos entre quatro caras” e o que ele queria com a pausa era ter um pouco mais de folga e passar mais tempo com a família. Enquanto Rolling Stones, U2 e Springsteen tiravam dois ou três anos de folga entre as turnês, eles estavam ralando na estrada. Segundo Richie, eles nunca pararam realmente e foi por isso que ele e Jon seguiram em direções diferentes, mas ironizou dizendo não se tratar de uma “sentença de morte”.

Os questionamentos com o tema “Bon Jovi” não pararam por aí. Richie foi questionado se ele tocaria canções do Bon Jovi no show que começaria logo após a coletiva. Tranquilo, respondeu que sim, pois as músicas da banda também tinham sido feitas por ele e incitou os fãs, dizendo que estes poderiam esperar um pouco de cada: covers, músicas próprias dele e de Orianthi, além de sucessos do Bon Jovi.

As perguntas, agora, se voltaram para o projeto entre Richie e Orianthi, motivo inicial da reunião de jornalistas no espaço Tom Brasil. Os dois se conheceram no Havaí e Richie logo se encantou pela jovem australiana que estava tocando em um festival. A ligação entre os músicos foi bem rápida também e há dois anos, eles estão em uma parceria que une a experiência de Richie com a vitalidade e talento de Orianthi.

Sobre o processo de criação, Orianthi esclareceu que eles tocam o tempo todo, fazendo jams, compondo e que aproximadamente 70 músicas já estavam prontas. Para ela, as composições têm um mix de tudo que ambos gostam: blues e muito rock and roll.

É esperar pra ouvir!

VEJA GALERIA DE FOTOS DA COLETIVA:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário