Cidade do Rock já se prepara para receber a 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa

Rock in Rio – Lisboa 2018: Construcoes na Cidade do Rock no Parque da Belavista em Lisboa, Portugal a 12 de Junho de 2018. Foto: AgenciaZero.net

Faltam apenas dois dias para a abertura dos portões de mais um Rock in Rio-Lisboa, que nesta edição chega com tudo novo. A Cidade do Rock – local onde acontece o festival – apresenta novos palcos, novos conteúdos e formatos de entretenimento, cenografias renovadas e, ainda, mais horas de música e entretenimento, além de tantas outras novidades. No Parque da Bela Vista, os vários espaços começam a ganhar forma e é cada vez mais fácil vislumbrar o gigante Parque Temático da Música e do Entretenimento que, nos próximos dias 23, 24, 29 e 30 de junho, vai receber milhares de visitantes e centenas de artistas.

No total são cinco palcos (Palco Mundo, Music Valley, EDP Rock Street, Super Bock Digital Stage e Yorn Street Dance), uma rua dedicada às culturas africanas, um “distrito” que celebra a cultura pop (Pop District), uma arena de gaming (Worten Game Ring), um mercado pop-up de alta cozinha (Time Out Market Rock in Rio), um mini parque jurássico dedicado para toda a família, uma piscina, uma roda-gigante Cofidis, um slide 7UP, mais de 23 espaços de restauração, 15 stands com ativações e surpresas das marcas, uma área VIP, duas áreas de tables corporativas, dois rooftops e, ainda, acesso facilitado ao parque por meio de um plano de mobilidade reforçado, com maior abrangência e número de operadores, pensado justamente para proporcionar um maior conforto ao público durante todo o deslocamento. Serão quatro dias de experiências verdadeiramente únicas, com 14 horas de música e entretenimento diário, com a Cidade do Rock abrindo às 12h e encerrando as atividades às 2h.

Pelos espaços e palcos do festival vão passar os maiores nomes da música nacional e internacional da atualidade – como Muse, Bruno Mars, The Killers, Katy Perry, Bastille, Demi Lovato, as brasilieiras Anitta e Ivete Sangalo, Jessie J, The Chemical Brothers, Agir, Carolina Deslandes, Diogo Piçarra, HMB, Capitão Fausto, Carlão, Blaya, Manel Cruz -, DJ’s, artistas de rua, fenomenos do entretenimento digital – Windoh, Wuant, SirKazzio, D4rkframe, SEA, @Cavalinho da Chuva, António Raminhos, Bumba na Fofinha, Dois Brancos & Um Preto, entre tantos outros -, artistas que representam o que hoje é chamado de “world music” – como Moh! Kouyaté, Selma Uamusse, Nástio Mosquito e nomes de destaque do panorama africano como Bonga, Tabanka Djazz ou Paulo Flores -, crews de bailarinos, gamers, conceituados chefs com estrela Michelin – Alexandre Silva, Vítor Sobral, Henrique Sá Pessoa – e muitos conteúdos de entretenimento nas áreas da música, dança, cinema, arte, gaming e gastronomia.

Os ingressos para o festival dão acesso à Cidade do Rock, a todos os palcos e todas as diversões/atividades. O dia 24 já está com os ingressos esgotados, assim como os passes para ambos os fins-de-semana.

A “nova” Cidade do Rock
Palco Mundo
Naquele que é a principal atração do evento, os espetáculos começam às 18h00 e terminam por volta das 1h00. São 2.500m2 de palco, 80m de comprimento, 27m de altura, mais 500.000 watts de som e mais de 400 projetores. O Palco Mundo apresenta, nesta edição, uma nova estrutura que o torna significativamente mais leve. De 400 toneladas esta estrutura passa, agora, a pesar 80 toneladas, entre as quais 15 são de equipamento de som (suspenso no palco) e 50 são de equipamento de luz e vídeo. A cenografia formada por painéis côncavos e convexos, de chapa branca (outra novidade, já que até então o palco era metálico), formando uma rede que representa a interatividade entre artistas e público.
O som deste palco foi, também, reforçado. São oito torres de delay que permitem, não só, o som chegar a mais áreas, como também com qualidade melhor.

Music Valley
O Music Valley é um dos novos palcos da Cidade do Rock. Com 14 horas de música por dia, este palco non-stop (cujo nome é inspirado na própria arquitetura natural do Parque da Bela Vista, e no facto de se localizar num vale) tem uma programação diversa e surpreendente. Começa com as famosas Somersby Pool Parties animadas ao som de DJ’s portugueses, recebe shows de grandes nomes da música cantada em português – como Carolina Deslandes, HMB, Carlão, Língua Franca com Sara Tavares, a dupla brasileira Anavitória, Blaya, entre outros – e, ainda segue noite a dentro, com as festas de música eletrônica. No dia 29 de junho, uma das mais badaladas festas da atualidade vai tomar conta da Cidade do Rock que será invadida com o seu espírito “noventeiro”. A Revenge of the 90’s vai trazer ao Music Valley nomes como Ena Pá 2000, Haddaway ou Crazy Town.

São mais de 30 artistas que passarão por este palco, com 450m2 de área e 25 toneladas de peso, e que incorpora na sua estrutura 160 módulos de LEDs com 950kg, tendo ainda capacidade para suportar 20 toneladas.

EDP Rock Street
A rua mais disputada da Cidade do Rock promove, nesta edição, um encontro entre tradição e modernidade, ao som dos ritmos de África. Uma verdadeira viagem pelos caminhos do mais velho continente do mundo por meio da arquitetura, espetáculos de rua e muita música.
Pelo palco, com 88m2 e quatro toneladas de peso, passam três shows por dia: o primeiro às 15h15, o segundo que começa às 17h00 e o terceiro com início às 19h00.

A rua, que conta com 19 casas inspiradas em vários países africanos – Tanzânia, Madagáscar, Marrocos, África do Sul, Gana, Mauritânia, Egipto, Congo, Quénia, Líbia, Angola, Mali, Nigéria, Etiópia, Zimbabué e Nigéria -, onde serão instaladas várias lojas de diferentes marcas e espaços de restauração, terá animação durante todo o dia, com ritmos e cores oriundos deste continente. Logo na abertura, às 12h, acontece um desfile encabeçado por um elefante com 3m de altura.

Pop District
É uma das grandes novidades desta edição: um quarteirão que celebra a cultura pop e os seus principais ícones. Uma área de 4.000m2, onde cabem conteúdos de música, dança, cinema, arte e Gaming. A cenografia deste espaço vai, certamente, ser motivo de muitas fotografias e selfies, enquanto o conteúdo de entretenimento vai captar a atenção de tudo e todos, independentemente do perfil ou idade. Haverá lojas com produtos alusivos à esta cultura – como a Hyper Toys com as suas pop figures -, pinturas faciais inspiradas no movimento pop art, cosplay, performances de rua baseadas em musicais famosos, conteúdos exclusivos de cinema (com momentos interativos baseados em quatro filmes nacionais e quatro internacionais) e, ainda, um palco dedicado aos fenomenos do entretenimento online, uma arena de Gaming e uma Wall of Fame, com moldes de mãos dos artistas que tocaram nas edições anteriores do festival.

Super Bock Digital Stage
Um dos palcos mais desejados desta edição, o Super Bock Digital Stage reune mais de 100 influenciadores em apresentações inéditas no Rock in Rio-Lisboa. Com mais de 9 toneladas e 140m2, terá 36 horas de puro entretenimento durante os quatro dias de festival, promovendo uma interação direta entre o público e os seus “ídolos digitais” que, pela primeira vez, vão deixar as telas dos smartphones, tablets e PCs para se apresentarem ao vivo.

Das 12h25 às 21h15, o público vai poder assistir e participar em espetáculos de karaoke, lip sync battles, sketches de humor, battles de games, desafios interativos e quizzes, atrações musicais e momentos virais, sempre comandados pelos maiores influenciadores digitais.

Worten Game Ring
Mais um conteúdo inovador que o Rock in Rio traz para a Cidade do Rock, é a primeira vez que uma arena de Gaming integra um festival de música. Neste espaço de 400m2, com capacidade para 200 gamers, serão 40 horas de conteúdos ao longo dos quatro dias do festival.
Equipado com computadores de alto desempenho, videowalls e uma tela gigante, é aqui que o público poderá assistir, entre tantas outras atividades, as finais de torneios de jogos como CS:GO, League of Legends, FIFA 18, e não só isso. Uma das ações que promete agitar a Arena será a dança Fortnite, um dos grandes sucessos atuais que está movimentando multidões.

Rock in Rio – Lisboa 2018: Preview da Cidade do Rock no Pq. da Belavista em Lisboa, Portugal a 14 de Junho de 2018. Foto: AgenciaZero.net

Da área total do Worten Game Ring Arena, cerca de 120m2 estão reservados para uma área de experimentação de consoles e dos títulos de gaming mais recentes, ativada por várias marcas de referência como Nintendo, Playstation e X-box.

Time Out Market Rock in Rio
É o primeiro pop-up do food hall implementado no Mercado da Ribeira e que estreia no Rock in Rio-Lisboa. Com capacidade para 450 lugares sentados e de acesso controlado, o espaço conta com 14 restaurantes e um bar central, num espaço cuja área é superior a 1.000m2.

Os chefs e os restaurantes:
Alexandre Silva; Henrique Sá Pessoa; Vítor Sobral; Marlene Vieira; Noélia; Susana Felicidade; O Prego da Peixaria; Asian Lab; Manteigaria Silva; Monte Mar; Croqueteria; Olhó Bacalhau; “Noélia & Jerónimo”; Confraria; Manteigaria – Fábrica de Pastéis de Nata.

Dino Parque
O fantástico mundo dos Dinossauros também faz a sua estreia no maior evento de música e entretenimento do mundo. Um espaço dedicado à família, com oito réplicas de dinossauros em tamanho real – entre os quais um Supersaurus com 23m de comprimento e cinco toneladas – ao longo de um percurso recheado de muitas surpresas.
O Dino Parque pode ser visitado durante os quatro dias do festival das 12h (abertura dos portões) às 23h.

Yorn Street Dance
Este palco vai receber 114 bailarinos ao longo dos quatro dias de festival e mais horas de dança. Com curadoria da Jazzy Dance Studios, traz de volta o habitual cenário de inspiração urbana, com murais decorados pelo artista de arte urbana Luís Santos, LS, natural de Marvila, retratando as ruas que acolhem os vários estilos de dança que vão subir a este palco.

Área VIP
Patrocinado pela TAP, este espaço cresceu 50% na sua área interna, passando a contar com uma área total útil de 2.640m2 e capacidade para receber 2.000 convidados por dia. Conta com duas novas áreas lounge localizadas no interior do espaço e nas quais os convidados poderão assistir à transmissão dos shows ao vivo. Terá, ainda, a sua famosa varanda, que aumentou a sua área para 850m2, oferecendo uma vista privilegiada do parque e desta vez com uma área coberta, permitindo aos convidados desfrutarem da área exterior com maior conforto e conveniência. O espaço mais exclusivo do Rock in Rio tem sete bares, sendo dois deles bares gerais, isto é, disponibilizando todo o tipo de bebidas, águas e refrigerantes, e vários bares temáticos segmentados por tipo de bebida: gin, cerveja, vinhos, cachaça, champagne e um bar especial Selecção 1927. Além de apresentar um novo projeto de design de iluminação, a Área VIP desta edição conta, também, com um novo menu de catering, assinado pelo chef João Alves, da Foodstory.

E como no Rock in Rio-Lisboa a experiência começa no momento em que se sai de casa, este ano a Área VIP volta a disponibilizar serviços especiais de transporte, com um shuttle a partir do espaço Alvalade XXI até a porta da Cidade do Rock.

Além disso, haverá ainda o serviço de Concierge que, em 2016, se revelou mais um sucesso, permitindo a personalização de toda a experiência para os portadores de bilhete VIP.

Roda Gigante Cofidis
Uma das diversões mais procuradas dentro do festival, que proporciona uma vista panorâmica sobre a Cidade do Rock que encanta os visitantes a cada edição. Das 12h às 00h, o público vai poder experimentar esta diversão com 36m de diâmetro e 30 cabines, podendo transportar até 120 pessoas em cada viagem.
Crianças entre os 3 e os 8 anos precisam estar acompanhadas por um adulto.

Slide 7Up
Para os que adoram emoções fortes, o Slide 7UP é irresistível e nesta edição do Rock in Rio está ainda mais radical, com uma corda de 180m de comprimento e duas linhas de descida. Entre as 12h e as 23h, o público poderá sentir a adrenalina de sobrevoar o Palco Mundo, numa estrutura composta por duas torres (uma com 15m de altura e outra com 10m).
Uma novidade desta atração será o novo deck da 7up com um bar para tornar a espera mais refrescante e confortável antes de subirem para o Slide 7UP.
Os jovens entre os 16 e os 18 anos deverão estar acompanhadas por um adulto, que deve assinar um termo de responsabilidade.

Rotas do Rock
Mas há muitas outras atrações espalhadas pela Cidade do Rock e autênticos roteiros, para satisfazer diversos interesses.
Rota Gastronómica – além dos 14 restaurantes dentro do Time Out Market Rock in Rio, há outros 20 espaços de restauração e bar espalhados pelo Parque, entre os quais Olá, Pedras, Portugália, O Padeiro, Joshua’s Shoarma, Mr. Pig, Burger Ranch, Café Buondi, Ginginha, Afonso dos Leitões, Telepizza, Wine Deck Viborel, Hot Dog Lovers, Páteo dos Petiscos, 3Mosso, Chipper.
Rotas das Selfies – o que não falta dentro da Cidade do Rock são “spots” perfeitos para uma recordação digital. A escolha é variada e, além das tradicionais fotografias em frente ao Palco Mundo ou à Roda-gigante Cofidis, outros pontos também rendem boas fotos como a colorida cenografia da Pop District, junto às fachadas das casas da EDP Rock Street, a piscina do Music Valley, junto à fonte, o Pórtico de Entrada, nas hashtags gigantes espalhadas pelo espaço, com os personagens de Cosplay, junto aos graffitis do Yorn Street Dance.
Rota dos Brindes – e para todos os que gostam de colecionar, além de boas recordações, brindes, o melhor é vir equipado com uma mochila pois não vão faltar opções. Além dos copos reutilizáveis do Rock in Rio, é possível levar para casa brindes de várias marcas espalhadas pelo Parque, como os já tradicionais sofás da Vodafone, a surpresas de marcas como Cofidis, EDP, Yorn, Sapo, Control, Sapo, Trident, SIC, Century 21, Continente, My Taxi, Optivisão, Abreu, Pepe Jeans, Lusíadas Saúde, Sociedade Ponto Verde, R/COM, UCI, UCAL, entre outros.

APP Rock in in Rio Vodafone
A 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa está realmente imperdível. Para que o público possa organizar a sua agenda para assistir aos espetáculos dos seus artistas preferidos e, ainda, ter tempo de visitar todo o resto, a app oficial do festival – Vodafone Rock in Rio Lisboa 2018 – tem, não só, toda a informação para aproveitar ao máximo o evento (line up, como chegar, mapa, etc.) como a possibilidade de criar uma agenda personalizada. Desta forma, não só é possível planejar o dia como o utilizador ainda receberá um alerta, no seu telefone, quando o espetáculo ou atração que selecionou estiver prestes a começar.

Uma outra funcionalidade disponível na app, que também é novidade, é o Smart Check-in. Por meio desta solução, as inscrições nas diversões do festival – roda-gigante Cofidis e slide 7UP – serão realizadas num formato totalmente digital e agendadas. Uma inovação nunca usada no Rock in Rio ou num evento de música em Portugal, evitando filas de espera e tornando o processo de inscrição mais simples e rápido.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário