Bush – The Sea Of Memories

Por: @GiseleSantos_

bush_capa_thesea2011Após dez anos longe dos holofotes, a banda Bush voltou à ativa com o novo CD “The Sea Of Memories” (O Mar de Memórias), que chegará às lojas em outubro, pela Zuma Rock Records – selo do vocalista e guitarrista Gavin Rossdale. A produção ficou por conta de Bob Rock (Aerosmith e Metallica) que adora dar um toque mais pop nas músicas das bandas.

Como o álbum vazou, algo que tem acontecido constantemente na grande rede, o Bush resolveu, no último dia 13 de setembro, disponibilizar o disco inteiro para audição e venda em formato digital.

Sem muita empolgação, o CD começa com “The mirror of the signs” carregada de looping dos riffs, fora o exagerado uso de sintetizadores – sendo cansativo e até mesmo irritante para os ouvidos.

A faixa seguinte, “The sound of Winter”, é a que mais tem ‘a cara’ da banda. Ao ouvir é possível dizer “isso é Bush”. E parece que até a própria banda reconhece isso, tanto que o primeiro videoclipe desse trabalho é justamente dessa canção.

“All my life” e “Baby come home” lembram “Everything Zen” – do CD de estreia “Sixteen Stone” (1995). Já a cadenciada “All night doctors”, com direito a piano, segue os passos – só que não chega aos pés – da insuperável e inesquecível “Glycerine”.

“I believe in you” é a mais energética de todo o álbum, com riffs pesados de Chris Traynoracompanhados pela bateria potente de Robin Goodridge e vocais fortes do rouco Gavin Rossdale, além da base reforçada do baixista Corey Britz.

A balada “Be still my love” conta com violinos e é a mais comovente de todo o CD, principalmente a interpretação de Rossdale que parece estar fazendo uma declaração para sua esposa Gwen Stefani (No Doubt) – pra deixar qualquer mulher com ciúmes ou inveja. Num trecho ele diz “nosso amor é do tamanho do oceano”.

Apenas Rossdale e Goodridge são da formação original. E talvez por isso, além dos pitacos de Bob Rock e influências musicais dos novos integrantes, este disco não tenha preservado as raízes da banda. É um retorno bem-vindo para os fãs que estavam órfãos, mas não chega perto daquela banda grunge, formada em 1992, que fez muito sucesso e até hoje é lembrada principalmente pelo empolgante hit “Machinehead”. Essa sim traz um mar de lembranças para a vida de muita gente.

Tracklist:

01- The Mirror Of The Signs
02- The Sound Of Winter
03- All My Life
04- The Afterlife
05- All Night Doctors
06- Baby Come Home
07- Red Light
08- She’s A Stallion
09- I Believe In You
10- Stand Up
11- The Heart of the Matter
12- Be Still My Love

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.