Boyce Avenue encanta público com pop rock romântico em show esgotado no Rio

Foto: Fernanda Bombonato – (via Midiorama)

Os irmãos Alejandro, Fabian e Daniel emocionaram os casais que estavam na plateia

O Boyce Avenue, banda formada pelos irmãos Manzano na Flórida, foi a atração que subiu ao palco do Vivo Rio no último sábado (10) e atraiu cerca de quatro mil pessoas para o interior da casa, com lotação esgotada. Um fato curioso se deu pela faixa etária dos presentes no show, com maior número de adultos e casais, diferenciando completamente o público que recebeu os meninos no show de 2013, primeira passagem do grupo pelo Rio e com apresentação no mesmo local – igualmente lotada.

Sucesso no YouTube, com milhões de visualizações em seus vídeos covers e quase 10 milhões de inscritos em seu canal, é interessante ver o Boyce Avenue performar para os fãs ao vivo e se sair muito (!) bem. Alejandro (vocais e guitarra), Fabian (guitarra e backing vocals) e Daniel (baixo) têm bastante presença de palco, carisma e charme quando estão frente a frente com admiradores e seguidores de seu trabalho. Um fator que conta a favor do trio é que parece que eles conquistaram de verdade o coração dos brasileiros; não foram só os covers de grandes hits como o medley de “Morning Glory” e “Wonderwall”, do Oasis, ou “Everlong”, do Foo Fighters, que empolgaram a mini multidão. Pelo contrário, canções como “Imperfect Me” e “Cinderella”, que são autorais, foram também comemoradas e acompanhadas por palmas compassadas, gritos e vozes.

Uma coisa ficou muito clara na apresentação de cerca de 1h30 do Boyce Avenue, que começou com um ligeiro atraso: o público estava entregue ao que os irmãos propusessem. Prova disso foi a reação acalorada com que os fãs receberam os norte-americanos quando eles subiram ao palco com uma música de talvez não tanto apelo, “I’ll Be The One”, de um EP lançado por eles em 2014. Além disso, o coro de “Boyce, eu te amo” antes de tocarem uma versão com arranjos bem diferentes de “Teenage Dream”, da Katy Perry, pôs um sorriso no rosto do vocalista de 30 anos.

O único inconveniente, no entanto, ocorreu logo no início do show, quando uma falha técnica – solucionada rapidamente – foi percebida por quase todos: o microfone usado por Alejandro durante toda a apresentação estava desligado e as pessoas mal ouviam a voz do floridense. A banda, por sua vez, soube sair da situação com muito jogo de cintura e, para compensar, capricharam na potência do som das guitarras e bateria.

Bastante simpático, Alejandro – frontman da banda – tentou interagir como pôde com os fãs, arriscando inclusive um português enrolado ao agradecer em várias oportunidades. Mas foi em inglês que ele mandou os principais recados para o público, como quando se disse muito feliz por estar de volta ao Rio de Janeiro e pediu desculpas pela demora em retornar ao país – quatro longos anos!

Set acústico: Alejandro, seu violão e olhos marejados:
O show do Boyce Avenue no Rio foi dividido em duas partes: com a banda e um set especial acústico somente com Alejandro e seu violão no palco. Esse foi o momento mais romântico da noite, com vários casais trocando carícias e fazendo juras de amor, afinal de contas, o Dia dos Namorados estava bem próximo. O clima de romantismo chegou ao auge nos covers de “Love Me Like You Do”, de Ellie Goulding, e “Thinking Out Loud”, de Ed Sheeran. O coro da plateia foi magnífico, sem falhas e impressionando os músicos. “Find Me”, primeira canção autoral da banda – lançada no álbum “All You’re Meant to Be” (2008), emocionou a todos e foi regida por Alejandro de maneira impecável.

Outro ponto alto da noite e que encerrou a parte acústica do show foi “Despacito”, de Luis Fonsi, um dos principais hinos de 2017, com milhões de adeptos ao redor do mundo. A versão do Boyce, porém, é bem mais melódica e menos agitada do que a original. Talvez isso tenha contribuído – e muito – para trazer à atmosfera todo um ar nostálgico e mais intimista, o que fez artistas x fãs estarem numa sintonia perfeita o tempo todo.

O encerramento triunfante e a sensação de dever cumprido!
Com a banda toda reunida no palco novamente, era hora de guiar o público para os momentos finais do show. Se em “Every Breath” Alejandro esqueceu um trecho de sua própria música e arrancou risos do público, a versão de “Fast Car” e a icônica “Hello”, de Adele, trouxeram uma sensação de dever cumprido aos três Manzanos. Na canção de Tracy Chapman, o Boyce Avenue atingiu a marca de quase 50 milhões de plays em cerca de seis anos, transformando este no cover mais bem-sucedido desde então. A reação das pessoas no fim não poderia ser outra a não ser aplaudir e celebrar, certo? Os irmãos, de certo, já esperavam uma recepção apaixonada. O que eles não esperavam, porém, era a ovação que receberiam após o fim da música. Encantado e visivelmente grato, Alejandro não pôde fazer nada diferente de agradecer mais uma vez e sorrir.

A noite já estava ganha e o ingresso pago, mas ainda tinha a cereja do bolo pra encerrar com chave de ouro. O bis foi preciso e derradeiro, com a sequência de pôr lágrimas nos olhos de qualquer um, com “On My Way” e “Iris”, clássico do Goo Goo Dolls. Quantas vezes já foi mencionada a palavra “emocionante” mesmo? Não serei repetitiva. Pois bem, “Anchor” deu o tom de despedida do show e deixou – sem dúvidas – um gostinho de “quero mais” na plateia e a constatação de que os números expressivos do Boyce Avenue na Internet não são à toa e sim fruto de muito trabalho, dedicação e talento.

“Rio, vocês foram inacreditáveis hoje. Esse foi um dos melhores shows de toda a turnê!”, disse Alejandro pouco antes de se despedir e prometer retornar.
Pois é! Voltem logo, irmãos Manzano!

Setlist:
1. I’ll Be the One
2.Oasis Medley – Morning Glory/Wonderwall
3.Imperfect Me
4.One Life
5.Everlong (Foo Fighters cover)
6.Cinderella
7.Love Me Like You Do / Thinking Out Loud
8.Find Me
9.Despacito (Luis Fonsi cover)
10.Every Breath
11.Use Somebody (Kings of Leon cover)
12.Pick Yourself Back Up Again
13.Teenage Dream (Katy Perry cover)
14.Fast Car (Tracy Chapman cover)
15.Be Somebody
16.Hello (Adele cover)
17.When the Lights Die

Bis:
18.On My Way
19.Iris (Goo Goo Dolls cover)
20.Anchor

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário