BLEND 87 lança seu álbum de estreia, “Concebido Por Acaso Na Terra”

FOTO: Fernando Braga Costa / Divulgação

Banda mineira é uma das representantes do cenário musical autoral de Juiz de Fora

Foi durante um projeto de comemoração dos 50 anos do primeiro disco dos Beatles, em 2012, onde várias bandas de Juiz de Fora/MG se reuniram, que surgiu o primeiro encontro dos integrantes da Blend 87. Mesmo já tendo se cruzado em outros shows e projetos musicais, o início das atividades da banda aconteceu durante a produção e gravação da música “There’s A Place” (Lennon/Mc Cartney). A partir daí o grupo iniciou uma rotina de encontros e construiu, inicialmente, um repertório de releituras de diversos artistas, sempre com uma linguagem muito própria. Lentamente, essas diversas fontes e experimentações contribuíram para a formação da identidade da Blend 87.

Após cinco anos de existência, vários shows e participações em festivais e projetos, a Blend 87 lança seu primeiro álbum, “Concebido Por Acaso Na Terra”, contemplado pela Lei Murilo Mendes de Incentivo à Cultura. O novo trabalho é uma aposta nas composições autorais como principal caminho de formação de um público. Junto da estreia do álbum físico, a banda lança também o clipe da música “De Vagar”, que traz à tona a imagem da caminhada e do errante – o vagar, o estar solto no mundo – para afirmar o amor como o encontro, o retorno, necessário também à caminhada. Confira o vídeo aqui:

“Concebido por acaso na Terra” navega por 11 faixas carregadas de poesia e ritmos envolventes e cativantes. A produção musical do veterano engenheiro de áudio Nando Costa, graduado pela Berklee College of Music, foi a contribuição necessária à formação de sonoridade própria e de uma identidade única para a Blend 87. O álbum foi gravado no Estúdio Versão Acústica, no alto das montanhas mineiras, em São João Nepomuceno, e ainda contou com a participação especial do cantor e produtor Emmerson Nogueira, na canção “Possibilidade”.

Fruto e parte do fervor criativo e composicional da atual cena artística de Juiz de Fora, a Blend 87 traz no próprio nome seu conceito: uma mistura de diversos ritmos e sonoridades, que vão da tradicional música popular brasileira ao groove-jazz, passando pela música mineira até chegar no ‘bom e velho’ rock’ n roll. As canções imprimem as experiências e imagens que o mundo fornece, com temas que carregam a diversidade e as inquietações existenciais, amorosas e políticas do grupo.

A Blend 87 é formada por Bruna Marlière (vocal), Nathan Itaborahy (bateria), Douglas Poerner (baixo), Renato da Lapa (violão e guitarra) e Vinicius Steinbach (teclado).

Facebook:  AQUI
Instagram: AQUI
YouTube: AQUI

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário